Escolha um veículo

Dia-a-Dia Duvel

Fique por dentro sobre tudo que acontece na Duvel: notícias, promoções ações e muito mais.

  • Home
  • Dia-a-Dia Duvel

Ford lança New Fiesta em versão automática com preço de R$ 55.990

publicado em 19/06/2017

A Ford lançou uma nova versão do New Fiesta 1.6 com câmbio automático, da série SE Plus AT, que oferece uma das melhores relações de preço no segmento premium. É oferecida por R$ 55.990 e destaca-se por ter incorporada neste valor a lista mais completa de equipamentos da categoria.

O modelo é o único na sua faixa a ter, por exemplo, controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, chave de segurança My Key e alarme volumétrico. O objetivo do New Fiesta SE Plus é criar uma opção acessível entre os veículos com motorização 1.6 e câmbio automático.

Um grande diferencial do modelo no mercado é combinar design, agilidade, tecnologia e potência. Além de direção elétrica, ar-condicionado e trio elétrico, o novo catálogo traz computador de bordo, banco traseiro bipartido, cintos de segurança de três pontos para todos os passageiros e sistema Isofix para cadeiras infantis.  

O sistema de conectividade é da geração SYNC da marca, que inclui CD/MP3 player, comandos de voz para áudio e telefone, conexão Bluetooth, USB e entrada auxiliar, sistema AppLink para acesso a aplicativos de smartphones e assistência de emergência em caso de acidentes.

“O New Fiesta SE Plus foi criado para ser a compra mais inteligente da categoria. Um carro bonito, com câmbio automático, sem ter que pagar mais. Por isso, oferecemos equipamentos da linha premium que favorecem a dirigibilidade, o conforto e a conveniência, com itens não encontrados em concorrentes mais caros”, diz Fernando Pfeiffer, gerente de Produto da Ford.

Fonte: Ford Media

 

Comentar 43 Visualização(ões)

Ford anuncia o início da pré-venda do novo Ford Ecosport no Brasil

publicado em 13/06/2017

A Ford revelou hoje o cronograma de lançamento do Novo EcoSport, depois de apresentar o veículo pela primeira vez na América do Sul, no evento prévio do Salão de Buenos Aires realizado ontem à noite. Executivos da marca anunciaram que o utilitário esportivo terá a pré-venda iniciada no fim de julho, com entrega das primeiras unidades em meados de agosto.

Foi confirmado que a nova linha terá duas opções de motores flex: o 2.0 e o inédito 1.5 de três cilindros, com 137 cv, que substituirá o atual 1.6. As duas motorizações devem chegar simultaneamente ao mercado, trazendo várias novidades no design, acabamento e equipamentos.

O Brasil, que teve papel de liderança no design e engenharia do modelo, será o primeiro mercado mundial a lançar o Novo EcoSport, seguido pela Argentina, Peru, Chile e Colômbia ao longo do ano.

“O Novo EcoSport vai oferecer os preços mais competitivos entre os SUVs de nova geração, tanto nas versões de entrada como nas mais equipadas”, destacou Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.

Segundo ele, o mercado começou a dar os primeiros sinais de retomada e a expectativa é de melhoria no segundo semestre. “Em maio a indústria cresceu 25% comparado a abril e a Ford teve como destaques o EcoSport e o Ka, este como vice-líder geral do mercado. Ambos tiveram um crescimento de mais de 40% e são um exemplo da competitividade da nossa linha nos principais segmentos do mercado. A chegada do Novo EcoSport aumenta a nossa confiança em um bom desempenho da marca no ano.”

Carro que iniciou a tendência dos utilitários esportivos compactos, o EcoSport foi totalmente renovado para mudar novamente o padrão do segmento. Além de nova frente, capô, faróis e rodas de 17 polegadas, traz um nível superior de acabamento interno e tecnologia com foco no desempenho e qualidade. 

 

Comentar 69 Visualização(ões)

Ford Ka+ é apontado como o sedã compacto com menor custo de uso do mercado

publicado em 07/06/2017

O Ford Ka+ SE 1.0, além de ser um dos sedãs compactos com melhor preço de compra, também é o carro mais econômico da categoria no custo de posse, incluindo despesas com seguro, combustível e manutenção. Esta foi a conclusão de uma pesquisa que avaliou 14 diferentes modelos e versões de motorização disponíveis na categoria, feita pela revista Quatro Rodas.

O Ka+ se destacou também na versão SE 1.5, classificada em terceiro lugar no ranking dos sedãs compactos mais baratos de manter. Para atingir essa posição, ele superou inclusive muitos modelos 1.0 que, teoricamente, tendem a oferecer melhor relação custo-benefício em razão do preço de compra e economia de combustível.

O Ford Ka+ SE 1.0 apresentou boa economia nos testes de consumo, com as médias de 11,5 km/l na cidade e 15,6 km/l na estrada, e baixo custo nas revisões. Seu principal trunfo, porém, foi no seguro, em que apresentou o menor valor comparado aos concorrentes. Essa boa cotação, segundo a pesquisa, é sinal de que o veículo se envolve pouco em acidentes e é menos visado para roubo e furto.

O sedã compacto da Ford conta com três anos de garantia e oferece bom espaço interno, com porta-malas de 445 litros. Sua lista de itens de série inclui direção elétrica, ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, travas com controle remoto, faróis de neblina e som com comandos de voz, Bluetooth e entradas USB, além do compartimento My Ford Dock para smartphone no painel. Como opcionais, dispõe de controle de estabilidade e tração, assistência de partida em rampa e sistema de conectividade SYNC.

 

Comentar 75 Visualização(ões)

Depois do cinema, novo Ecosport estreia na internet com a HQ virtual “Guardiões da Galáxia Vol. 2”

publicado em 15/05/2017

Depois de lançar nos cinemas brasileiros o filme “Guardiões da Galáxia Vol. 2”, que tem a participação especial do Novo EcoSport, os estúdios Marvel levam as aventuras dos super-heróis à internet em uma HQ (história em quadrinhos) virtual, que pode ser vista aqui e estará disponível por tempo limitado. A parceria da Ford com a Marvel inclui um gibi impresso em edição especial com tiragem exclusiva de 500 exemplares.

A proposta da Ford é associar o utilitário esportivo aos super-heróis, ressaltando a capacidade e a personalidade aventureira do modelo. Além da HQ, é possível se divertir no configurador de personagens do site da Marvel (http://marvel.com/ecosport), montando, salvando e compartilhando imagens dos heróis com mais de 200 elementos visuais diferentes. Outra atração é o vídeo também veiculado na internet com o título “Seja o guardião de sua galáxia com o Ford EcoSport”, estrelado pelo EcoSport e o personagem Groot, que ajuda a heroína a fugir dos inimigos espaciais no veículo.

No cinema, o filme de ficção está em exibição nas principais salas do mundo. Na ação, os guerreiros viajam pelo cosmos e lutam para manter sua nova família unida, enquanto tentam desvendar os mistérios da verdadeira paternidade do Senhor das Estrelas, personagem meio-humano, meio-alienígena.

Esta e outras iniciativas fazem parte do calendário de marketing da Ford para divulgar o Novo EcoSport, que será vendido pela primeira vez na América do Norte a partir de 2018, depois de estrear no Brasil, o primeiro mercado mundial a receber o SUV. 

Fonte: Ford Media

Comentar 125 Visualização(ões)

Ford quer usar realidade virtual em test-drives

publicado em 02/05/2017

A Ford está explorando o potencial de tecnologias de realidade virtual e aumentada para criar hologramas que poderão substituir a experiência do test-drive como conhecemos. A montadora afirma que prevê um futuro em que os consumidores irão poder configurar e testar os carros em qualquer lugar e a qualquer hora.

"É realmente uma tela em branco. É fácil imaginar que alguém que queira comprar um SUV poderia experimentar levar aquele carro para um teste sobre dunas do deserto sem sair do conforto de sua casa ", disse Jeffrey Nowak, chefe de experiência digital global da Ford Motor Company.

Nowak explica que os produtos e serviços estão se adaptando para servir uma sociedade que prioriza o teste sobre a compra. Dessa forma, experimentar os carros através da realidade virtual pode ajudar as pessoas a terem uma ideia mais clara sobre o que desejam, antes mesmo de pisarem em uma concessionária. O sistema pode até chegar a imitar o cheiro único de um carro novo, um passo ainda distante.

Como outros fabricantes, a Ford já usa tecnologias de realidade aumentada em seu processo de design. Uma instalação na Alemanha permite que os designers trabalhem nos veículos sem a necessidade de um protótipo material.

Originalmente publicado em: Auto Esporte

FORD QUER USAR REALIDADE VIRTUAL EM TEST-DRIVES

Marca prevê que no futuro os consumidores terão a possibilidade de testar carros no conforto de suas casas

por REDAÇÃO AUTOESPORTE

30/03/2017 16h41 - atualizado às 16h41 em 30/03/2017
Ford explora o uso de realidade aumentada em test-drives (Foto: Divulgação)

Ford está explorando o potencial de tecnologias de realidade virtual e aumentada para criar hologramas que poderão substituir a experiência do test-drive como conhecemos. A montadora afirma que prevê um futuro em que os consumidores irão poder configurar e testar os carros em qualquer lugar e a qualquer hora.

"É realmente uma tela em branco. É fácil imaginar que alguém que queira comprar um SUV poderia experimentar levar aquele carro para um teste sobre dunas do deserto sem sair do conforto de sua casa ", disse Jeffrey Nowak, chefe de experiência digital global da Ford Motor Company.

Comentar 146 Visualização(ões)

Ford Ka comemora 1 milhão de unidades produzidas no Brasil

publicado em 26/04/2017

O Ford Ka entrou para o seleto clube de veículos com mais de 1 milhão de unidades produzidas no País. Em suas três gerações, o hatch compacto se consolidou como um dos líderes de vendas do mercado brasileiro, mudou de segmento, passou por grandes transformações e tornou-se global, com projeto desenvolvido no Brasil. Hoje o modelo produzido na fábrica da Ford em Camaçari, na Bahia, também é exportado para países da América do Sul e está presente na Índia, México e Europa.

A mudança radical do Ka nos seus 20 anos de história no País é um caso único dentro da indústria automobilística. Nascido como subcompacto na Europa para atrair um público jovem, com formas revolucionárias, se transformou em um compacto familiar global de volume, desenvolvido no Brasil para atender uma faixa ampla de consumidores.

A linha introduziu também seguidas novidades nos motores, nos equipamentos e versões especiais que contribuíram para impulsionar o seu sucesso, conquistando vários prêmios e uma grande legião de fãs.

“O Ka cumpriu a missão de elevar o patamar da marca no segmento de maior volume do mercado. É um produto moderno, competitivo, desejado e em constante evolução, que soube avançar para antecipar tendências e atender as necessidades dos consumidores”, diz Fernando Pfeiffer, gerente de Marketing de Produto da Ford.

Três gerações

A primeira geração do Ka, lançada no Brasil em 1997, representou o primeiro passo da renovação da marca no País, tanto no aspecto industrial como de imagem. Para produzi-lo, a fábrica da Ford em São Bernardo do Campo, SP, passou por uma completa modernização da linha de montagem.

Primeiro subcompacto brasileiro, também foi o veículo que estreou o design “New Edge” da Ford, com formas arrendondadas inovadoras e nome inspirador – que significa, em egípcio, “espírito que anima todos os seres vivos”. Com as características de facilidade de manobra, economia de combustível e desempenho dos motores 1.0, de 51 cv, e 1.3, de 60 cv, da família Endura-E, foi logo muito bem aceito no mercado.

Em 2000, a linha ganhou o motor Zetec RoCam de 65 cv. Em 2002 o hatch passou por uma reestilização traseira, feita exclusivamente para atender o gosto dos consumidores locais, com pára-choques de linhas retas, nova tampa do porta-malas e lanternas verticais.

A segunda geração, em 2008, trouxe a primeira grande mudança. A carroceria foi ampliada para acomodar cinco passageiros, mantendo a configuração de três portas. Junto com os motores RoCam Flex 1.0 e 1.6, introduziu diferenciais interessantes no segmento de entrada, como alarme volumétrico, controle remoto das portas e do porta-malas e travamento automático das portas a 15 km/h. Na linha 2012, passou por uma leve reestilização  na grade dianteira e na lanterna traseira.

A terceira geração, desenvolvida no Brasil, chegou em 2014 com projeto totalmente novo e global. Montado no complexo da Ford em Camaçari, na Bahia, com carroceria de quatro portas e espaço maior para cinco passageiros, o modelo inovou também na tecnologia, na oferta de equipamentos e nos motores. Além do 1.0 TiVCT de três cilindros, com 85 cv, produzido na nova fábrica inaugurada na Bahia, passou a oferecer o Sigma 1.5 de 110 cv, com vários aprimoramentos para o desempenho e a economia.

Entre outros itens, o novo Ka foi o primeiro da categoria a vir de série com direção elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas com controle remoto e som com comandos de voz e Bluetooth. E inovou também nos opcionais, com a oferta de controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa e sistema de conectividade SYNC com assistência de emergência e sistema AppLink para aplicativos de celular.

Versões especiais

As versões especiais do Ford Ka são um capítulo à parte, que tem como mais novo representante o recém-lançado modelo Trail. Com acessórios de estilo aventureiro e nova suspensão elevada e reforçada para rodagem off-road leve, é o primeiro exemplar dessa linha na geração atual do Ka.

A primeira geração do carro, mesmo sem ter sofrido mudanças radicais, teve vários desses modelos. Entre eles, destacam-se o Ka XR 1.6, esportivo completo, o Ka Black, edição limitada de luxo com bancos de couro e outros equipamentos, o Ka Action 1.6 e o Ka MP3, com ênfase na tecnologia de som e no estilo jovem. O Ka Camaleão, inspirado no carvanal, foi outra edição limitada.

Em 2008, na segunda geração, trouxe a série especial Tecno com aparelho de som MyConnection e rodas de 14 polegadas. Logo depois, veio a versão ST, com pacote de itens esportivos. Em 2010, foram lançados os pacotes Trail, com acessórios de apelo aventureiro, e ST, de estilo urbano. Em 2011, chegou a versão Sport 1.6, com faixas esportivas e acabamento diferenciado.

Evolução

1996 – A Ford inaugura na fábrica de São Bernardo do Campo, SP, a linha de montagem modernizada para produção da primeira geração do Ka.

1997 – Início de venda da linha no Brasil.

2000 – Introdução do motor 1.0 Zetec RoCam, de 65 cv.

2001 – Lançamento linha 2002 com a versão esportiva Ka XR, com motor Zetec RoCam 1.6, e a edição limitada Ka Black.

2002 – Lançamento da linha 2003, com a versão de entrada Ka One e a esportiva Ka Action 1.6.

2003 – A linha comemora 200.000 unidades vendidas e renova o estilo com mudanças na grade dianteira e console central.

2005 – Lançamento das séries especiais Ka MP3, com toca-CD MP3, e Ka Camaleão.

2008 – Lançamento da segunda geração no Brasil, modelo 2009, com nova carroceria de design Kinetic, espaço para cinco passageiros e motores RoCam Flex 1.0 e 1.6 Flex. Em agosto, foi completada com a versão Tecno, com aparelho de som My Connection.

2009 – Lançamento da versão ST, com pacote de itens esportivos.

2010 – A linha comemora a venda de 500 mil unidades no Brasil e lança os kits Trail, com acessórios de estilo aventureiro, e ST, de estilo urbano.

2011 – Lançamento do Ka 2012 com estilo renovado e grade dianteira trapezoidal, seguindo o design Kinetic II, da versão Sport 1.6 e dos kits Storm e ST. A linha atinge a produção de 750 mil unidades. 

2012 – Produção atinge 850 mil unidades no Brasil.

2013 – A linha passa a oferecer novas opções de cores, com a tecnologia de pintura de alto teor de sólidos.

2014 – Lançamento da terceira geração, com projeto global desenvolvido no Brasil, novos motores 1.0 TiVCT de três cilindros e Sigma 1.5. Entre outros prêmios, foi eleito o “Carro do Ano”. 

2015 – O novo Ka é o carro 1.0 mais vendido do Brasil.

2016 – O novo Ka começa a ser exportado para a Argentina.

2017 – Lançamento da versão aventureira Ka Trail e comemoração de 1 milhão de unidades produzidas no Brasil.

 

Comentar 151 Visualização(ões)

Ford Fusion lidera as vendas de sedãs de luxo e se consolida à frente dos principais concorrentes

publicado em 17/04/2017

O Ford Fusion confirmou a liderança do segmento de sedãs de luxo no primeiro trimestre deste ano. O modelo da Ford registrou uma participação acumulada de mais de 87% nas vendas no período. O Fusion ficou à frente também quando comparado com os seus principais concorrentes no mercado de carros premium, como Mercedes-Benz Classe C, BMW Série 3 e Audi A4. Esse resultado significa uma retomada absoluta de mercado, numa posição que não ocupava há mais de um ano.

As vendas do modelo estão alinhadas com a sua proposta de oferecer tecnologias semiautônomas inéditas para a dirigibilidade e segurança. Adicionalmente, o Fusion 2017 teve aprimoramentos no design, acentuando a sua elegância e característica de sedã com esportividade.

“O lançamento do modelo 2017 renovou a sua capacidade de competir em vantagem com todos os veículos do segmento, inclusive de marcas premium alemãs”, diz Fernando Pfeiffer, gerente de Marketing de Produto da Ford. “Nossos clientes elogiam o design arrojado e o alto padrão de requinte, além ser o único a oferecer tecnologias semiautônomas na sua faixa de preço.”

Primeiro da categoria

O sedã da Ford é o primeiro da categoria a trazer, por exemplo, recursos como assistente de frenagem autônoma com detecção de pedestres, piloto automático adaptativo com “stop and go”, alerta de colisão com assistência autônoma de frenagem e estacionamento automático de segunda geração. Seu sistema de conectividade SYNC 3, com tela de 8 polegadas, inclui acesso ao Apple CarPlay e Android Auto.

O interior do carro também ficou mais silencioso e ganhou aprimoramentos, com destaque para o seletor de marchas E-shifter, bancos de couro com ajuste elétrico, memória e aquecimento na frente e painel com acabamento “soft”. Há também a nova opção de cor Soft Ceramic, com detalhes em couro claro na versão Titanium AWD e Hybrid.

É disponível com o motor turbo 2.0 EcoBoost, que teve a potência aumentada para 248 cv, e o 2.5 Flex de 175 cv, que se destaca pela economia de combustível em sua faixa de potência.

Publicado originalmente em: Ford Media

Comentar 130 Visualização(ões)

6 dicas para motoristas de primeira viagem

publicado em 10/04/2017

Desejo realizado e o primeiro carro comprado. Tudo ótimo, exceto por um detalhe: a única coisa que você sabe sobre carros é que eles precisam de gasolina para funcionar... Se você é motorista de primeira viagem e não entende nada sobre veículos, relaxe... Veja aqui algumas recomendações simples, mas fundamentais, para o convívio harmonioso com seu novo amigo.

ÓLEO DO MOTOR

Verificar o nível é importante, mas isso não deve ser feito com o motor muito quente. Puxe a vareta antes de “acordar” o motor na garagem ou, se já estiver na rua, desligue-o e aguarde uns 10 minutos, sempre com automóvel sobre um piso reto. A partir disso, você pode olhar o nível, que deve estar entre o mínimo e o máximo na indicação da vareta. Se estiver baixo (e é normal baixar um pouco), complete com o mesmo lubrificante recomendado pela fábrica. A marca pode variar, mas as especificações de viscosidade e qualidade devem ser as mesmas (por exemplo SAE 5W/40 SN). E siga os prazos de troca — nos carros modernos, costuma ser a cada 10 mil quilômetros, mas trocar antes não faz mal.

SOM E RODAS

Antes de correr para uma loja de acessórios e personalizar seu carro, dois conselhos fundamentais. Rodas fora da especificação de fábrica poderão dar problemas na suspensão, na estabilidade, no conforto e na garantia — além de, muitas vezes, serem proibidas por lei. No caso do som, é preciso ver se a bateria suporta os novos equipamentos e não corre risco de descarregar.

REVISÃO

Todo carro, seja zero ou usado, necessita de revisões periódicas. Motor, freios, suspensão, parte elétrica: tudo precisa ser checado, por mais que o vendedor tenha usado aquela velha estratégia de “que era carro de garagem e que foi todo revisado”. Se você comprou um carro novo, fique atento às datas das revisões indicadas pelo fabricante no manual. E trate de conseguir a indicação de um mecânico de confiança.

ÁGUA

Você já deve ter ouvido falar que o carro precisa de água para não superaquecer. Além de água, o sistema de arrefecimento também utiliza aditivos a base de etilenoglicol para evitar “fervuras” e conservar as peças. Esse aditivo é recomendado pelo fabricante e deve ser trocado a cada 10 mil quilômetros, de acordo com o indicado pelo manual. O liquido do arrefecimento (água com aditivo) deve ser verificado com o motor frio. Se estiver pouco abaixo do nível, basta completar. Caso o nível abaixe continuamente, deve haver algum vazamento, uma junta queimada ou um cabeçote trincado (puxe a vareta do óleo: se o lubrificante estiver da cor de café com leite, é mau sinal). Leve a um mecânico para a apurar.

AR-CONDICIONADO

O ar-condicionado também precisa de cuidados. Você precisa ligar o aparelho mesmo no inverno, pelo menos uma vez por semana, para conservar o sistema. O gás do ar não “gasta” e nem tem validade. Então não caia no conto de alguns mecânicos enroladores. O gás só precisa ser trocado ou reposto quando houver problemas no sistema, como vazamentos.

GARANTIA

Caso tenha acabado de tirar o carro da concessionária, fique atento ao manual do proprietário. Parecer chato, mas é extremamente importante. Ali encontram-se informações sobre a garantia. Não fazer as revisões e usar algumas peças não recomendadas são situações que provocam a perda de garantia. Instalar som e alarme fora da concessionária, por exemplo, faz você perder a garantia do sistema elétrico. Rodas maiores podem tirar a garantia do conjunto de suspensão.

Publicado originalmente em: Auto Esporte

Comentar 128 Visualização(ões)

Ford Ka Trail é proposta mais acessível no mercado de compactos aventureiros

publicado em 03/04/2017

A Ford inicia em abril a venda do Ka Trail, nova versão aventureira que amplia as opções da linha com itens de estilo e engenharia exclusivos e proposta de uso misto. O veículo foi apresentado no Guarujá, em São Paulo, e surpreende tanto pelo visual esportivo e desempenho robusto como por outro atributo que, certamente, será bem aceito neste mercado: o preço mais acessível do segmento.

Disponível nas versões 1.0 e 1.5, o novo hatch aventureiro urbano tem preço a partir de R$47.690, ou seja, R$10.000 a menos que o concorrente mais próximo, e como oferta de lançamento também dispõe de financiamento com taxa zero em 30 vezes. Nesse plano, basta acrescentar R$59 na parcela para levar o motor 1.5. Outra vantagem do Ka Trail é o baixo custo de propriedade. Ele tem preço das revisões pelo menos 20% mais baixo que os competidores e cesta básica de peças 10% mais barata. Conta também com as opções de seguro mais acessíveis do segmento.

Além de suspensão elevada e reforçada, o Ka Trail tem rodas de liga leve e pneus de uso misto de 15 polegadas, faixas esportivas nas laterais e traseira, rack de teto, molduras nas caixas de rodas, faróis de neblina, maçanetas e retrovisores na cor cinza Londres, apliques nos para-choques e lanternas traseiras fumê. A cabine vem com bancos especiais de couro sintético e tecido, pedais de alumínio, soleira protetora na porta e tapetes personalizados.

Como os demais modelos da linha, a nova versão vem de série com ar-condicionado, direção elétrica, travas elétricas, vidros elétricos dianteiros, abertura elétrica do porta-malas e direção com ajuste de altura. Tem também som MyConnection com comando de voz e Bluetooth, compartimento para o celular no painel MyFord Dock, banco traseiro bipartido (60/40) e cinto de segurança de três pontos e apoio de cabeça para os cinco ocupantes.

“O Ka Trail chega com uma oferta robusta de produto, conteúdo e preço no segmento de utilitários aventureiros, uma tendência que vem crescendo no Brasil e estava carente de uma opção mais acessível. Ele combina uma série de vantagens para quem deseja um carro personalizado versátil, moderno e acessível”, diz Fernando Pfeiffer, gerente de Marketing de Produto da Ford. “Ele reúne todas as qualidades já consagradas do Ford Ka no uso urbano do dia a dia, com uma capacidade maior para a aventura e o uso fora de estrada no lazer. É um carro de atitude com uma proposta de mercado e valor atraente.”

Test-drive no Guarujá

O desempenho do Ka Trail foi testado na cidade litorânea paulista com sua opção mais atraente de motor: o 1.0 TiVCT Flex de três cilindros, de 85 cv. Outra opção é o 1.5 Sigma Flex, de 110 cv, ambos com a tecnologia eletrônica Easy Start que dispensa tanquinho adicional para partida rápida com etanol e vários aprimoramentos para a redução de atrito e eficiência, com padrão A de economia de combustível aferido pelo Conpet/Inmetro.

Do ponto de vista de engenharia, o Ka Trail é um novo produto e não só um modelo com adaptações estéticas. Com a nova suspensão, ele entrega atributos reais de desempenho para uso fora de estrada leve. A altura do solo ampliada em 31 mm (para 200 mm) aumenta a sua capacidade de imersão e de superar obstáculos, junto com os pneus Pirelli ATR 185/65 R15, de uso misto – 50% em estrada e 50% fora de estrada –, que rodam bem tanto no asfalto como na lama.

As modificações na suspensão incluem novas molas e amortecedores dianteiros e traseiros, barra estabilizadora dianteira maior, eixo traseiro mais rígido e novos coxins do motor com amortecimento hidráulico. Os amortecedores cresceram em tamanho e carga para melhorar o isolamento de impactos e asperezas. Os freios ABS também foram recalibrados e recertificados, assim  como a direção elétrica. A validação do modelo incluiu testes de estabilidade no campo de provas da Ford em Dearborn, nos Estados Unidos, para garantir o padrão global de segurança e dirigibilidade.

Design aventureiro

O Ka Trail é um hatch de visual robusto e postura mais esportiva, com elementos exclusivos que valorizam as linhas modernas do seu projeto. O estilo aventureiro é destacado pelo porte elevado e rodas de liga leve de 15 polegadas na cor cinza Magnetic, de alto brilho. A carroceria tem quatro opções de cores: as sólidas vermelho Arpoador, preto Ebony e branco Ártico, e a metálica prata Dublin.

As faixas laterais e traseiras, na cor cinza com textura em formato de colmeia, trazem grafismos e o logotipo Trail destacados em laranja. As caixas de rodas e os faróis de neblina têm moldura na cor preta, estes últimos com um aplique em prata com a inscrição Trail. Os para-choques dianteiro e traseiro exibem um aplique na parte inferior, de cor prata.

O interior do Ka Trail incluiu o desenvolvimento de cores, materiais, texturas, acessórios e detalhes que refletem a sua proposta de veículo misto. A esportividade é destacada na cabine de forma harmoniosa e elegante, combinando as cores preto e cinza Shadow. O centro do painel e o volante exibem apliques na cor prata. Os bancos são revestidos em couro sintético e tecido com apliques e pespontos em tons verdes e alaranjados. O tecido recebe um tratamento especial “soil repelent”, que repele água e sujeira para facilitar a conservação. Elásticos laterais coloridos e redes atrás dos bancos dianteiros aumentam as opções para o transporte de objetos.

As soleiras das portas são protegidas por faixas pretas personalizadas com o logotipo Trail. Os pedais esportivos de alumínio com apliques de borracha são outro detalhe diferenciado. Os tapetes de borracha têm acabamento com pespontos na cor laranja.

Segmento em crescimento

O Ka Trail chega com uma oferta muito forte em termos de produto, conteúdo e preço no segmento dos chamados utilitários aventureiros, uma tendência que vem se consolidando no Brasil. De 2003 a 2017, ele cresceu 400%, passando de 4% para 16% das vendas totais do mercado. No segmento de compactos, só 5% dos modelos oferecem essa característica de fora de estrada leve, com 36.000 unidades vendidas em 2016. 

“O Ka Trail vem atender uma grande demanda reprimida de consumidores que gostariam de um carro com essas características e porte mais elevado por um preço mais acessível”, diz Fernando Pfeiffer.

Para incrementar ainda mais o Ka Trail, a Ford oferece uma linha completa de acessórios originais. Entre outros itens, a lista inclui central multimídia Ford Smart Connection com CarPlay e Android Auto e tela capacitiva de 6 polegadas, espelho retrovisor com câmera de ré, sensor de estacionamento, sensor de ponto cego, geladeira portátil, rede organizadora do porta-malas e cadeirinha para “pets”.

Revisão, peças e seguro

Além do preço de aquisição mais vantajoso, o chamado  custo de propriedade é outra vantagem do novo compacto aventureiro da Ford. Com preço fixo, suas três revisões anuais somam um total de R$1.040, o menor da categoria. Os valores são: primeira revisão, aos 12 meses ou 10.000 km, em quatro vezes de R$67; segunda revisão, aos 24 meses ou 20.000 km, em quatro vezes de R$86; e terceira revisão, aos 36 meses ou 30.000 km, em quatro vezes de R$107.

A Ford oferece também a opção de três planos de manutenção preventiva Ford Protect, que permitem incluir o valor das revisões no financiamento. O plano Basic inclui as três revisões do período de garantia, de três anos, por R$1.450. O plano Advanced inclui uma quarta revisão, aos 48 meses ou 40.000 km, por R$2.250, e adiciona um ano de garantia estendida. O plano Premium abrange cinco revisões (sendo a quinta aos 60 meses ou 50.000 km), por R$2.650, com mais dois anos de garantia estendida.

O custo da cesta básica de peças de reposição do Ford Ka Trail também é menor que o dos concorrentes, segundo as publicações de referência do mercado. No seguro, é a mesma coisa: o preço da apólice do Ka tem a menor média nacional e ainda conta com um programa especial dos Seguros Ford.

“O Ka de nova geração rapidamente se tornou um dos veículos mais vendidos do mercado. Ele representa a melhor compra nos atributos que são mais relevantes para o consumidor brasileiro: design moderno, espaço para cinco passageiros, motores líderes em potência e supereconômicos e um novo nível de equipamentos de série no segmento. O modelo Trail chega para consolidar ainda mais essa trajetória de sucesso”, diz Fernando Pfeiffer. 

Publicado originalmente em: Ford media

Comentar 316 Visualização(ões)

Ford busca carro empático capaz de entender e reconhecer o humor do motorista

publicado em 02/03/2017

 

“Estamos a caminho de desenvolver o carro empático, que pode contar uma piada para animá-lo, dar conselhos quando  precisar, lembrar de aniversários e mantê-lo alerta numa viagem longa", diz Fatima Vital, diretora de Marketing Automotivo da Nuance Communications, que ajudou a Ford a desenvolver o sistema de reconhecimento de voz do SYNC.

A expectativa é que, em 2022, cerca de 90% dos carros novos sejam equipados com sistema de reconhecimento de voz.  A evolução dos sistemas tem que acompanhar essa tendência criando melhor funcionamento e até oferecendo estímulos para o motorista e passageiros.

Para os especialistas da Ford, no futuro os automóveis serão capazes de reconhecer o estado de espírito do motorista e buscar alternativas para melhorar o seu humor por meio de piadas, músicas de alto astral e até dar conselhos para melhorar o seu dia. 

O carro poderia "aprender",  por exemplo, as músicas que o motorista gosta de ouvir quando está estressado ​​e as ocasiões em que prefere ficar em silêncio. A iluminação interna também poderia mudar positivamente o seu humor.

Com a conexão na nuvem, os sistemas embarcados tendem a evoluir para assistentes pessoais, inclusive remarcando compromissos quando o motorista estiver preso num engarrafamento.

Assistente virtual

Como no filme “Her”, em que a assistente virtual Samantha atende todos os comandos de voz do protagonista e aprende a reconhecer seu estado de espírito, necessidades e desejos, o carro poderá um dia fazer a mesma coisa.

O sistema de conectividade SYNC 3 da Ford, com interface para Apple CarPlay e Android Auto, tem comandos de voz para telefone, mensagens e vários aplicativos, além de acesso ao comando de voz Siri, Apple Maps e Apple Music no iPhone, e ao Google Maps nos aparelhos Android. No final deste ano, o SYNC também permitirá ao motorista se conectar ao assistente virtual Alexa, da Amazon, em 23 idiomas.

“Com comandos de voz como 'Estou com fome' para encontrar um restaurante e 'Preciso de um café', o SYNC 3 já funciona na prática como um assistente pessoal”, diz Mareike Sauer, engenheiro de controle de voz do Time de Aplicações de Conectividade da Ford Europa. “Estamos aprimorando o sistema para reconhecer não só diferentes línguas e sotaques, mas também formas mais naturais de falar.”

Segundo a Nuance, dentro de dois anos o sistema poderá oferecer sugestões como: “Gostaria de encomendar flores para sua mãe no Dia das Mães?”, “Devo escolher um caminho menos congestionado, mas mais lento para casa?” e “O seu chocolate favorito está acabando, mas está disponível no estoque da sua loja preferida. Quer parar e pegar alguns?”

Máquinas inteligentes

No futuro, usando controles gestuais e dos olhos o motorista será capaz de atender chamadas com um aceno de cabeça, ajustar o volume com pequenos movimentos da mão e definir o destino da navegação com um rápido olhar para o mapa. Então, existe o perigo de que, como no filme “Her”, possamos nos apaixonar pelos sistemas avançados de reconhecimento de voz?

“Muitas pessoas já amam seus carros e, com os novos sistemas embarcados que aprendem e se adaptam, esse relacionamento tende a se tornar mais forte”, diz Dominic Watt, professor de Ciências da Linguagem e Linguística da Universidade de York. “O carro será em breve nosso assistente, um companheiro de viagem e ouvinte simpático, com quem você poderá discutir sobre tudo e pedir qualquer coisa, a ponto de esquecermos que estamos falando com uma máquina.”

Originalmente publicado em: Ford media

Comentar 6759 Visualização(ões)

Duvel noYoutube

Acompanhe e fique ligado no canal da Duvel no YouTube.

Ford CVP

Qualidade, Compromisso e Participação. Sua opinião é muito importante para a melhoria contínua de nossos produtos e serviços.

Mais informações

Agende sua revisão

Nossas oficinas possuem modernos equipamentos e profissionais capacitados. Agende agora sua revisão por e-mail ou pelo telefone (98) 2108-3000.

Mais informações