Escolha um veículo

Dia-a-Dia Duvel

Fique por dentro sobre tudo que acontece na Duvel: notícias, promoções ações e muito mais.

  • Home
  • Dia-a-Dia Duvel

Ford reconhece fornecedores com o Prêmio Top Supplier 2016

publicado em 22/07/2016

A Ford promoveu em São Paulo seu encontro anual de lideranças globais com os principais fornecedores da América do Sul, ocasião em que foi realizada também a entrega do prêmio Ford Top Supplier 2016, como reconhecimento aos parceiros com melhor desempenho em 13 categorias.

Este prêmio é o mais importante concedido pela Ford para os seus fornecedores, com base em uma avaliação ampla que inclui critérios como indicadores de qualidade e entrega, custo e contribuições para a sua redução, relacionamento comercial, condições de trabalho, desenvolvimento do produto, serviço ao cliente, logística e manufatura.

O evento contou com a presença de Hau Thai-Tang, vice-presidente de Compras Globais da Ford, Birgit Behrendt, vice-presidente de Programas de Compras e Operações Globais, Greg Hamel, diretor global de Compras, e Robin Wright, diretor de Assistência Técnica ao Fornecedor das Américas.

Além de resultados e perspectivas de vendas e marketing, os executivos compartilharam estratégias de novos produtos, avaliação do cenário de negócios e plano de compra com fornecedores da região.

Matéria originalmente publicada em: Ford Media 

Comentar 32 Visualização(ões)

Ford desenvolve bioplástico feito de fibras de agave

publicado em 21/07/2016

A Ford está desenvolvendo um novo material bioplástico feito com fibras de agave, planta usada na fabricação da famosa bebida mexicana, a tequila. Essa nova matéria-prima é testada para uso na produção de componentes automotivos. A pesquisa é realizada em parceria com a Jose Cuervo, tradicional fabricante de tequila há 220 anos.

Devido à sua durabilidade e qualidades estéticas, o novo bioplástico tem um grande potencial de aplicação no revestimento de cabos e porta-objetos. Além de contribuir para diminuir o peso do veículo e economizar combustível, ele tem a vantagem de substituir derivados do petróleo na cadeia produtiva, reduzindo o seu impacto ambiental.

"Na Ford, buscamos continuamente a redução do nosso impacto sobre o meio ambiente. Como líderes nessa área, desenvolvemos novas tecnologias para o uso mais eficiente de fibras e materiais descartados”, diz Debbie Mielewski, líder técnica de pesquisa da sustentabilidade da Ford.

O crescimento do agave é um processo que dura, no mínimo, sete anos. Depois da planta colhida, seu núcleo é torrado e triturado para a extração dos sucos e destilação. Parte das fibras que sobram é usada pela Jose Cuervo para compostagem em suas fazendas, além de artesanato e papel produzidos por artesãos locais.

Agora, como parte da ampliação do seu plano de sustentabilidade, a fabricante de tequila está unindo forças com a Ford para desenvolver novos usos das fibras descartadas.

"A Jose Cuervo tem orgulho de trabalhar com a Ford para ampliar nosso plano de sustentabilidade do agave", diz Sonia Espinola, diretora da Cuervo Foundation e mestra tequileira. "Como maior produtora de tequila do mundo, nunca imaginamos que as centenas de plantas de agave que cultivamos como pequeno negócio familiar acabaria por se multiplicar em milhões. Esta colaboração une duas grandes empresas para desenvolver materiais inovadores e sustentáveis".

Compostos verdes

Como a Ford, a Jose Cuervo é uma empresa familiar. Fundada em 1795, produz tequila com a mesma receita e experiência passadas através das gerações. Essa parceria é o mais novo exemplo de abordagem inovadora da Ford para a preservação ambiental com o uso de biomateriais. A Ford iniciou essa pesquisa no ano 2000 e hoje usa oito materiais sustentáveis em seus veículos: espuma de soja, óleo de rícino, palha de trigo, fibra de kenaf, celulose, madeira, fibra de coco e cascas de arroz.

Segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, são produzidos anualmente 5 bilhões de toneladas de resíduos de biomassa agrícola. Esse subproduto da agricultura, abundante, barato e muitas vezes subutilizado, poderia substituir o uso de fibras de vidro e talco na fabricação de produtos mais leves e sustentáveis.

"Há cerca de 80 kg de plástico em um carro típico", diz Mielewski. "Nosso trabalho é encontrar o lugar certo para um composto verde como este para reduzir o nosso impacto no planeta. É um trabalho do qual realmente me orgulho e pode ter um grande impacto em numerosas indústrias".

Matéria originalmente publicada em: Ford Media

Comentar 15 Visualização(ões)

Chega aos Estados Unidos o Ford Focus de série mais rápido do mundo

publicado em 19/07/2016

A Ford iniciou a venda nos Estados Unidos do Focus de série mais rápido do mundo. Muito esperado naquele mercado, o novo modelo RS, com motor 2.3 EcoBoost de 350 cv, é um esportivo de rua que faz jus à sua fama por apresentar números impressionantes: acelera de 0 a 100 km/h em apenas 4,7 segundos e atinge velocidade máxima de 265 km/h.

A tecnologia EcoBoost aplicada no Focus RS é voltada à potência, com duplo turbo de baixa inércia que garante maior fluxo de ar em todas as faixas de rotação do motor. Disponível somente com transmissão manual, o Focus RS 2016 traz inovações como a tração integral com controle dinâmico de torque da Ford Performance – divisão de superesportivos da marca – que eleva a dirigibilidade, a aderência e a velocidade em curvas a um novo nível.

Ele é também o primeiro RS com quatro modos de direção: Normal, Sport, Track e o inédito Drift, que permite derrapagens controladas. Em cada modo, o sistema de tração, os controles dos amortecedores de estabilidade e as respostas da direção e do motor são configurados para oferecer o melhor desempenho, de acordo com o que o motorista precisa.

Para regiões de frio rigoroso, o Focus RS também é o primeiro na América do Norte a oferecer a opção de rodas e pneus de inverno como acessório de fábrica. Outra inovação do esportivo é o sistema que permite religar o motor, caso ele apagar, somente pisando na embreagem, sem a necessidade de dar a partida na chave ou colocar o câmbio em ponto morto.

O Focus RS de terceira geração segue a tradição de sucesso dos antecessores lançados em 2002 e 2009. Ele é o 30º carro no mundo a ostentar o emblema RS, juntando-se a modelos legendários como o Escort RS1600 de 1970, o RS200 de rali de 1984, o Sierra RS Cosworth 1985 e o Escort RS Cosworth 1992.

Matéria originalmente publicada em: Ford Media

Comentar 15 Visualização(ões)

Ford F-150 é a primeira da categoria com câmbio no estilo ''Lançamento de Foguete''

publicado em 15/07/2016

A Ford apresentou mais um grande avanço da picape F-150, a campeã de vendas no mercado norte-americano. Depois de introduzir a carroceria de alumínio de nível militar, ela será a primeira picape da categoria com transmissão automática de 10 velocidades, que proporciona maior aceleração e desempenho comparado às tradicionais de seis marchas. Para incrementar essa inovação, a Ford criou um mostrador no painel do tipo “contagem regressiva”, como os usados no lançamento de foguetes.

O novo câmbio de 10 marchas trabalha com o poderoso motor EcoBoost 3.5 de segunda geração, que gera o maior torque na categoria V6, com mais de 62 kgfm, superando todos os competidores a gasolina e diesel. Ele também foi projetado para funcionar junto com o sistema Auto Start-Stop, item de série da picape, com partida rápida. Esse conjunto garante maior torque desde baixa rotação até o regime de pico do motor, ideal para cargas e reboques pesados.

O desempenho da nova transmissão se deve tanto ao escalonamento otimizado e ações para redução do atrito como ao uso de três marchas overdrive, que reduzem a relação do eixo traseiro para economizar combustível em velocidade, com a maior capacidade de reboque da categoria. Um conversor de torque com engate da turbina integrado também ajuda a reduzir o peso em cerca de 1 kg.

Os seus novos algoritmos adaptativos de troca de marcha monitoram mais de uma dúzia de informações do motor, da transmissão e do motorista em tempo real para garantir a marcha certa no tempo certo e oferecer uma experiência de direção envolvente.

Para indicar a marcha que está em uso, a picape traz um mostrador no painel que é um capítulo à parte. Os seus números são dispostos em estilo “contagem regressiva”, muito sugestivo, como no lançamento de foguetes. As novidades introduzidas na linha 2017 da F-150 fazem dela a picape mais avançada do mundo.

Matéria originalmente publicada em: Media Ford

Comentar 30 Visualização(ões)

Ford mostra em vídeo como funciona o piloto automático adaptativo

publicado em 13/07/2016

A Ford divulgou um vídeo (veja neste link) que mostra o funcionamento do piloto automático adaptativo inteligente. Esta tecnologia semiautônoma é um dos recursos que aumentam o conforto e segurança em veículos como o Fusion, acelerando o carro na velocidade programada, mas também com a capacidade de frear para manter uma distância segura do veículo à frente.

“O Ford Fusion tem as tecnologias mais avançadas do mercado. O objetivo desse vídeo é divulgar equipamentos inteligentes que estão cada vez mais presentes em veículos no mundo. O Fusion traz essa tendência para modelos do segmento C/D, onde este produto é líder”, diz Fernando Pfeiffer, gerente de Marketing do Produto.

Os comandos do piloto automático adaptativo inteligente do Fusion são feitos por teclas no volante. Para acioná-lo, basta ligar o botão “On-Off” e acelerar até a velocidade desejada, que é fixada ao se apertar o Set+ e tirar o pé do acelerador. O sistema mantém a velocidade e passa a monitorar constantemente o espaço à frente com o radar. Se um veículo lento é detectado, ele reduz automaticamente a velocidade para manter uma distância segura.

Um gráfico no painel com o desenho do carro indica a velocidade e a distância do veículo à frente representada por barras. Quando a pista fica livre, ele volta a acelerar dentro do limite determinado. 

O sistema também permite ajustar a distância do veículo à frente, usando os dois botões com ícones de setas. O botão de cima encurta o espaço, quando se quer seguir o carro da frente mais de perto. O botão de baixo o aumenta. Nessa função, o motorista dispõe de quatro graduações, de acordo com o seu estilo de direção: uma barra representa a menor distância; duas barras, a distância padrão; três barras; e quatro barras, a maior distância, voltada para o conforto.

A qualquer momento, se o motorista frear, o piloto automático adaptativo é desligado e ele retoma o controle do acelerador. Há também a opção de usar o piloto automático no modo convencional, que só mantém a aceleração sem o recurso da frenagem automática. Esta seleção é feita na tela do painel, através do menu na sequência: Settings; Driver Assist; Cruise Control; Normal. No final, um aviso informa que o sistema de frenagem automática foi desligado.

A lista de recursos semiautônomos do Fusion, baseados em tecnologia de sensores, inclui também o sistema de estacionamento automático, o sistema de alerta ao motorista com câmera para detectar sonolência, o monitor de pontos cegos com alerta de tráfego cruzado e o auxiliar de manutenção na faixa.

Matéria originalmente publicada em: Ford Media

Comentar 50 Visualização(ões)

Conheça as opções de cores e materiais do Ford GT

publicado em 11/07/2016

O novo Ford GT terá apenas 500 unidades produzidas nos dois primeiros anos no mercado, o que lhe garante o título de carro mais exclusivo já oferecido pela marca. Mas os proprietários ainda poderão personalizar o supercarro com várias opções de cores e materiais, que os designers da Ford criaram para destacar as suas inovações e performance.

A carroceria conta com oito cores brilhantes, remetendo à herança da Ford nas corridas. Elas podem ser coordenadas com faixas esportivas e itens internos e externos, como as pinças de freio e acabamento das peças de fibra de carbono.

"Não são cores da moda, porque o Ford GT não é um carro da moda. Ele é um clássico – um verdadeiro carro de corrida para as ruas", diz Barb Whalen, gerente de design, cores e materiais da Ford.

A fibra de carbono – tradicionalmente usada como elemento decorativo em veículos de desempenho – no Ford GT é empregada como componente estrutural para redução do peso. As opções de acabamento brilhante, fosco ou na cor preta “Black Shadow” permitem diferenciar o seu visual, destacando os aspectos de competição, desempenho ou força.

O Ford GT também é o primeiro carro da marca a oferecer pinças de freio Brembo com combinações de cores personalizadas ​​. O sistema com seis pistões e discos de carbono-cerâmica tem pinças anodizadas nas cores preta, prata, azul, laranja ou vermelho.

Excepcionalmente leves, os discos de freio de carbono-cerâmica do Ford GT pesam menos da metade dos de ferro fundido. Seu sistema, com tecnologia derivada da Fórmula 1, é projetado para baixo deslocamento de fluido, o que melhora a rigidez e sensação do pedal. Tem também um sistema integrado de resfriamento para excelente desempenho sob várias condições.

Forma e função no interior

Na cabine do novo GT, a cor é usada com moderação em áreas como atrás dos encostos dos bancos – detalhe que pode ser visto de fora do carro. Do lado do passageiro, ao se abrir a porta, o painel de instrumentos com dois níveis e tonalidades combinantes cria um equilíbrio visual. Para ajudar a reduzir a distração do motorista, as cores e acabamentos acetinados se intensificam conforme avançam para o lado do passageiro.

Nenhum detalhe do supercarro foi esquecido pelos designers, onde a forma segue a função. Os bancos, por exemplo, têm uma nervura horizontal que amplia o espaço visualmente. O tecido de revestimento Alcântara foi escolhido tanto pelo toque refinado como pelo baixo peso.

"Fizemos um trabalho meticuloso de seleção de cores e materiais do Ford GT para infundir energia e, ao mesmo tempo, garantir o apelo visceral de um carro de alta performance", diz Barb Whalen. "Tudo nele foi criado intencionalmente para expressar o máximo de desempenho."

Matéria originalmente publicada em: Ford Media

Comentar 28 Visualização(ões)

Ford ganha participação de mercado com novidades na linha 2017

publicado em 08/07/2016

A nova Ford Ranger mostrou um bom desempenho no seu primeiro mês completo de vendas, com crescimento de 50% na participação de mercado. A linha respondeu por 21,9% do segmento de picapes médias em junho, com 1.888 unidades, e foi a segunda mais vendida com motorização diesel, a mais importante na categoria, nas versões 3.2 e 2.2.

A versão de topo Limited 3.2 Diesel, com design exclusivo e as últimas tecnologias, ampliou sua participação de 20% para 35% das vendas da linha. Além de ter o motor mais potente da categoria, de 200 cv, e transmissão automática, é a única a contar com cinco anos de garantia e sete airbags. Vem também com piloto automático adaptativo, alerta de colisão, sistema de permanência em faixa, acendimento automático dos faróis, farol alto automático, ajuste elétrico do banco do motorista, sensor de chuva e de estacionamento, entre outros itens.

“A Ranger Limited veio muito forte para competir no segmento de topo das picapes diesel e venceu todos os comparativos com a atual líder da categoria. Esse crescimento de participação mostra que o consumidor reconheceu suas qualidades, com tecnologias voltadas tanto para o desempenho e dirigibilidade como para a segurança, conveniência e conforto”, diz Fabrizzia Borsari, supervisora de Marketing de Picapes da Ford.

Outra versão muito bem aceita da nova Ranger é a 2.2 Diesel XLS automática, novo catálogo que se tornou o segundo mais vendido da linha, combinando preço atrativo com excelente oferta de equipamentos de segurança e conforto. É equipada de série com sete airbags, controle eletrônico de estabilidade e tração, direção elétrica, computador de bordo e piloto automático. Como as demais versões diesel, já vem com tração 4x4 e diferencial traseiro blocante.

Matéria originalmente publicada em: Ford Media

Comentar 31 Visualização(ões)

Ford mostra as melhores estradas para dirigir na Europa

publicado em 06/07/2016

A Ford rodou mais de 15 mil quilômetros em 12 meses para produzir, em parceria com a BP/Castrol, um guia on-line que mostra as estradas mais impressionantes da Europa para dirigir. Utilizando o Focus RS, ST e diesel, o Mustang GT 5.0 V8 e 2.3 EcoBoost, o Focus ST e o Fiesta ST, o roteiro inclui tanto rotas famosas como outras pouco conhecidas, classificando os percursos – disponíveis neste link – pelos fatores de emoção, superfície, acessibilidade, hospitalidade, paisagens, comida e bebida.

Foram selecionadas seis rotas de tirar o fôlego, com a ajuda de engenheiros da Ford Performance que dirigem rotineiramente nos ambientes mais desafiadores do continente e também da experiência de décadas da Ford buscando as melhores estradas para os jornalistas especializados testarem seus veículos. A série é apresentada pelo jornalista automotivo Steve Sutcliffe, veterano que já participou de mais de 750 lançamentos de carros em 42 países.

Ele dirigiu os novos veículos da Ford por estradas do Reino Unido, França, Alemanha, Espanha e Romênia, acrescentando também uma visão histórica e cultural de cada local. Um dos roteiros mais originais, com 330 quilômetros e mais de 100 curvas estreitas, é o que passa pelo "Castelo de Drácula", na Romênia.

Pura emoção

"É incrível algumas estradas não estarem na lista – mas não buscamos apenas caminhos para agradar quem tem gasolina nas veias. Analisamos cada rota pela pura emoção, além da qualidade da pista, acessibilidade, hospitalidade, cenário, comida e bebida", diz Sutcliffe, ex-piloto de competição. "Quem gosta de dirigir deve conhecer algumas das estradas, como a Rodovia Transfăgărăşan, na Romênia, mas talvez não a C462, na Espanha. De certo modo, seria bom guardar essas estradas para nós mesmos. Mas, quando as estradas são tão boas, precisam ser compartilhadas".

Os seis roteiros mostrados na série são:

• Romênia, Rodovia Transfăgărăşan – Foi construída pelo ex-ditador romeno para que seu povo pudesse fugir facilmente para as montanhas em caso de invasão soviética. Ela passa pelo castelo de Vlad, o Empalador – inspiração da vida real para o Conde Drácula.

• Reino Unido, North Yorkshire, Blakey Ridge – Segue a rota de uma velha ferrovia para minas de ferro. Felizmente, foi filmada pouco antes de uma enorme tempestade de neve atingir o local.

• Espanha, Catalunha, C462 – Foi originalmente construída como caminho para a barragem de uma estação de energia que nunca foi concluída. Com túneis, trechos rápidos e outros travados, é literalmente uma estrada para lugar nenhum.

• França, Alpes, D526 e D926 – Uma das etapas mais duras da Tour de France 2015, tradicional corrida de bicicletas, é igualmente desafiadora para carros. Uma das mais impressionantes para dirigir e apreciar.

• Alemanha, Estrada da Floresta Negra, B500 – Tem pouco mais de 40 quilômetros através da Floresta Negra, com ramificações menores e igualmente desafiadoras. Durante as filmagens, choveu constantemente durante quatro dias.

• Mallorca, "Estrada da Montanha" MA10 – De origem romana, tem um mosteiro construído no seu pico, propositadamente de difícil acesso, com espiral que passa por túneis, lagos e pontes rochosas. Como curiosidade, a equipe contratada na Alemanha para a filmagem com drones desistiu no último minuto para ajudar na filmagem de "Star Wars: O Despertar da Força", o que virou motivo de comentários dos fãs.

Matéria originalmente publicada em: Ford Media

Comentar 64 Visualização(ões)

Especialista europeu constrói Ford GT com 40.000 peças de lego

publicado em 04/07/2016

O Ford GT está na moda: teve mais de 7.000 interessados pela compra a cerca de R$ 400 mil dólares, venceu na categoria em Le Mans, na França, e também teve uma réplica construída com 40.000 peças de Lego, o famoso jogo infantil. A montagem do GT de Lego, mostrada neste vídeo, faz sucesso na internet e exibições públicas, como ocorreu neste final de semana, quando o modelo foi exibido para os cerca de 150.000 fãs do automobilismo que participaram do Festival de Velocidade de Goodwood, na Inglaterra. 

O modelo tem um terço do tamanho do carro real e levou três semanas para ser produzido. O trabalho contou com a ajuda de modelagem 3D, mas muitos detalhes, como as rodas e logotipos, foram desenvolvidos à mão livre por Pascal, um construtor de Lego apaixonado por essa arte desde criança. Além do novo Ford GT, ele também criou uma réplica do GT40 original, vencedor de Le Mans em 1966, 1967, 1968 e 1969.

Os dois modelos mostram detalhes impressionantes, revelando talento e inspiração na recriação de formas e cores dos carros reais. “O Ford GT é muito legal, mas o modelo Lego também ficou muito bom”, comenta o artista.

Matéria originalmente publicada em: Ford Media

Comentar 29 Visualização(ões)

Ford atinge a venda de 1 milhão de picapes F-150 com a avançada tecnologia Ecoboost

publicado em 01/07/2016

A Ford anunciou o marco de 1 milhão de unidades vendidas da F-150 EcoBoost nos Estados Unidos. A picape é a única do segmento a oferecer essa avançada tecnologia de turbo com injeção direta, a mesma utilizada em vários modelos da marca, como o New Fiesta EcoBoost que está sendo lançado no Brasil.

Líder mundial em picapes, a Ford tem hoje mais de 60% das vendas da F-150 representadas pelas versões 2.7 e 3.5 EcoBoost. Com essa frota, a picape vai gerar para os seus proprietários uma economia estimada de mais de 416 milhões de litros de gasolina por ano, com capacidade de carga e reboque superior à dos competidores.

O avançado EcoBoost 2.7, com sistema “Auto Start-Stop” de série, tem um consumo estimado 8 km/l na cidade e 11 km/l na estrada. Já o poderoso EcoBoost 3.5, com potência equivalente a um motor V8, tem a maior capacidade de reboque da categoria.

No final do ano, a F-150 vai oferecer um novo motor EcoBoost 3.5 de segunda geração, com “Auto Start-Stop” de série e nova transmissão automática de 10 velocidades, que eleva o torque máximo a mais de 62 kgfm, superior aos atuais V6 no mercado.

A F-150 introduziu os motores EcoBoost nos Estados Unidos em 2011 e o seu ritmo de vendas vem crescendo rapidamente. Foram necessários 1.000 dias para vender as primeiras 400.000 unidades e apenas 2.000 dias para atingir 1 milhão. Este ano, ela já soma mais de 300.000 unidades e a expectativa é chegar a 2 milhões em pouco tempo.

"Estamos provando que com tecnologias avançadas como o EcoBoost e carroceria em liga de alumínio de alta resistência, a Ford continua a superar a concorrência em praticamente todos os parâmetros no segmento de picapes", diz Doug Scott, gerente de marketing de Picapes da Ford. "O EcoBoost entrega valor, alta capacidade e desempenho aos clientes, ao mesmo tempo em que atende a sua principal exigência hoje, que é a economia de combustível."

Matéria originalmente publicada em: Ford Media

Comentar 103 Visualização(ões)

Duvel noYoutube

Acompanhe e fique ligado no canal da Duvel no YouTube.

Questionário QCP

Qualidade, Compromisso e Participação. Participe e concorra a um New Fiesta Hatch 0km. Sua opinião é muito importante para a melhoria contínua de nossos produtos e serviços.

Mais informações

Agende sua revisão

Nossas oficinas possuem modernos equipamentos e profissionais capacitados. Agende agora sua revisão por e-mail ou pelo telefone (98) 2108-3000.

Mais informações