Escolha um veículo

Dia-a-Dia Duvel

Fique por dentro sobre tudo que acontece na Duvel: notícias, promoções ações e muito mais.

  • Home
  • Dia-a-Dia Duvel

Ford apoia iniciativa inovadora de aproveitamento de água nos veículos

publicado em 10/05/2018

É certo que dentro de algum tempo o consumo de água pelos veículos deverá aumentar em consequência do uso de novos recursos, como câmeras e sensores que, assim como os para-brisas, precisarão ser  limpos. Atualmente, cada motorista usa cerca de 20 litros de água por ano só para lavar o para-brisa. Atentos a projetos inovadores, engenheiros da Ford decidiram apostar na ideia genial de dois irmãos alemães que pode ajudar futuramente a economizar bilhões de litros de água. Veja o vídeo.

Tudo começou quando Daniel e Lara Krohn, de 11 e 9 anos, respectivamente, da cidade de Jülich, estavam viajando de carro com a família e começou a chover. Mas quando Gerd, o pai das crianças, tentou limpar o vidro, o reservatório de água estava vazio e o para-brisa ficou ainda mais sujo. Foi então que os pequenos inventores pensaram em desenvolver uma forma de captar a água da chuva para reutilizá-la na lavagem do vidro. O projeto da dupla ficou em primeiro lugar em uma competição local de Ciências.

“Foi uma chuva torrencial. Havia água por toda parte - exceto no reservatório do limpador de para-brisa. Minha irmã e eu achamos tudo isso engraçado, mas depois a resposta pareceu óbvia. Simplesmente reutilize a água da chuva”, disse Daniel.

“Não acreditamos que ninguém tivesse pensado nisso antes”, acrescentou Lara. “Para testar nossa ideia, usamos uma miniatura de Focus RS dentro de um aquário. Em seguida, adicionamos um sistema de filtragem para garantir que a água estivesse limpa. E funcionou muito bem!”

Interessados na invenção, engenheiros da Ford se ofereceram para instalar um dispositivo de tamanho real em um carro de teste Ford S-MAX. Para coletar a água, tubos de borracha conectavam a parte inferior do para-brisa ao reservatório. “A ideia de Daniel e Lara estava literalmente ‘na cara’ dos motoristas há décadas e foi preciso um momento de criatividade para que se concretizasse. Em menos de cinco minutos de chuva o reservatório do lavador fica completamente cheio”, disse Theo Geuecke, da Ford Europa.

Fonte: Ford Media

Comentar 63 Visualização(ões)

Ford Fusion 2019 será o primeiro da marca a ter Co-Pilot360

publicado em 08/05/2018

O novo Ford Fusion será o primeiro modelo da marca a ter em todas as versões o Co-Pilot360, conjunto de tecnologias de assistência ao motorista mais avançado da indústria, que será introduzido em sua linha de carros, picapes e SUVs. A linha 2019 do sedã estará disponível no mercado norte-americano no meio do ano.

Criado para aumentar a confiança e a segurança dos motoristas ao dirigir no trânsito congestionado de hoje e do futuro, o Ford Co-Pilot360 reúne as funções de assistência de frenagem autônoma com detecção de pedestre, monitoramento de ponto cego, sistema de permanência em faixa, câmera de ré e farol alto automático. Nenhuma outra marca de automóveis de alto volume oferece um sistema como esse de série na América do Norte.

“Embora nossos carros hoje sejam mais seguros do que nunca, os motoristas dizem ainda se sentir estressados com potenciais acidentes”, disse Jim Farley, presidente de Mercados Globais da Ford. “Esse é um dos motivos pelos quais estamos tornando essas tecnologias acessíveis a milhões de consumidores a cada ano”.

Pacote de série

A assistência autônoma de frenagem com detecção de pedestres ajuda o motorista a evitar acidentes. Ao detectar uma potencial colisão, o sistema emite uma luz e um som de alerta e, se a resposta do motorista não for suficiente, pode aplicar automaticamente os freios para minimizar o impacto.

Essa tecnologia foi desenvolvida a partir de pesquisas da Ford que mostraram uma preocupação crescente das pessoas com a segurança dos pedestres. Em 2020, ela será oferecida de série em 92% dos carros da Ford no continente norte-americado.

O monitoramento de ponto cego, ou BLIS, usa radar para identificar a entrada de veículos no ponto cego e alerta o motorista com uma luz no espelho retrovisor. Já o alerta de tráfego cruzado avisa se um veículo se aproximar ao sair de uma vaga de ré.

O sistema de permanência em faixa tem três funções:

  • A primeira avisa o motorista com uma vibração no volante que ele precisa corrigir a rota se detectar que o carro está invadindo as faixas na pista;
  • O segundo aplica uma força na direção para o automóvel voltar ao centro da faixa;
  • O terceiro é um sistema que monitora constantemente o padrão de direção com uma câmera frontal e gera alertas visuais e sonoros ao identificar nível baixo de atenção do motorista.

Os clientes de veículos comerciais também serão beneficiados pela ampliação das tecnologias de assistência ao motorista da Ford. Em 2020, modelos da Série E, F-650, F-750 e F59 terão assistência autônoma de frenagem, alerta de permanência em faixa e outras tecnologias. 

Um estudo do National Transportation Safety Board mostra que tecnologias como a assistência autônoma de frenagem podem ajudar a prevenir e minimizar colisões traseiras, reduzindo o custo de posse do veículo.

“Os clientes profissionais confiam nas nossas picapes para realizar o seu trabalho”, disse Farley. “Em breve, daremos a eles mais uma razão para confiar ainda mais em nós.”

Fonte: Ford Media

Comentar 82 Visualização(ões)

Ford dá quatro dicas rápidas para manter o carro impecável

publicado em 19/04/2018

Todo mundo sabe que manter o carro limpinho e organizado pode ser um grande desafio. Poeira, poluição, chuva ou simplesmente parar embaixo de uma árvore são suficientes para fazer a sujeira aparecer. Mas, com essas dicas práticas que a Ford preparou, a tarefa de deixar seu automóvel livre de manchas e sujeiras vai ficar bem mais fácil. Anote aí:

1 - Soprador de ar para limpar os cantinhos

Se você é daqueles que gostam de comer dentro do carro, já sabe que as migalhas que caem nos cantinhos e nos porta-trecos são bem difíceis de remover. Então, que tal usar um soprador para eliminar a sujeira? Fica muito mais fácil. Confira no vídeo como fazer.

2 - Como tirar as sujeiras deixadas pelos pássaros

Uma das situações que incomodam qualquer pessoa são as sujeiras deixadas pelos pássaros que, vez ou outra, aparecem em cima do carro. Uma maneira de facilitar a limpeza é passar uma flanela com um pouco de água com gás ou club soda. Veja no vídeo como é simples.

3 - Como limpar o carro por dentro

O aspirador de pó é um grande aliado na limpeza, mas para dar uma turbinada e alcançar até os lugares mais difíceis, uma boa ideia é usar um tubo de papelão e amassar a ponta. Sabe como? Confira no vídeo.

4 - Como retirar chiclete

Vira e mexe tem um distraído que deixa cair chiclete no banco ou no tapete do carro e, depois de seco, parece impossível tirá-lo de lá. Mas tem uma dica bem simples que vai ajudá-lo a resolver essa questão: gelo! Saiba como.

Fonte: Ford Media

 

Comentar 591 Visualização(ões)

Ford dá 7 dicas para o transporte seguro de diferentes tipos de carga na picape

publicado em 22/03/2018

A Ford produz picapes há mais de 100 anos e foi uma das grandes responsáveis pela popularização mundial desses veículos, que nasceram como ferramenta de trabalho e diversificaram seu leque com aplicações que vão desde o uso diário até viagens de lazer e aventura. Com base nessa experiência, criou um guia com sete orientações básicas que ajudam a transportar diferentes tipos de carga com segurança, como os picapeiros profissionais.

O objetivo é proteger tanto a carga como os demais usuários das vias e o próprio veículo, seguindo cuidados na distribuição, fixação e cobertura dos objetos na caçamba. As recomendações estão reunidas em três vídeos curtos, focados no transporte de itens domésticosferramentas e equipamentos para pescaria, e nos tópicos abaixo.

1. O peso combinado do motorista, dos passageiros e da carga nunca deve exceder a capacidade de carga útil da picape, mesmo que haja espaços vazios. A sobrecarga pode dificultar o controle do veículo e prejudicar a estabilidade. Para saber a capacidade de carga exata da sua picape, consulte o manual do proprietário.

2. Coloque as cargas mais pesadas na frente da caçamba, perto da cabine, e na altura mais baixa possível. Isso ajuda a manter a dianteira mais pesada e melhora a estabilidade. Materiais de construção como cimento e areia, por exemplo, facilitam a distribuição de peso, diferentemente de móveis e equipamentos que concentram a carga.

3. Os objetos transportados devem respeitar os limites de largura, altura e comprimento permitidos. A carga não pode ultrapassar a largura da caçamba, nem a frente da carroceria. Em alguns casos, parte da carga pode ficar suspensa na traseira, desde que sinalizada para facilitar a visualização e alertar os demais motoristas.

4. Móveis ou eletrodomésticos grandes devem ser transportados com uma boa amarração, de preferência com cintas específicas de fibra sintética. Quando houver mais de um objeto eles devem ser amarrados entre si. O melhor meio de amarração à caçamba é em formato cruzado no topo, para evitar o movimento em todas as direções.

5. Dê atenção especial às cargas pequenas, que não devem ficar soltas. Coloque os itens menores em caixas e proteja malas com redes de náilon ou poliéster, fixadas nos ganchos laterais. Além de resistentes, elas são leves e fáceis de guardar.

6. Ao levar itens frágeis como papel de parede, tapetes ou painéis de madeira, que podem se molhar e sofrer danos durante a viagem, uma boa opção é protegê-los com plástico-bolha ou filme plástico.

7. Protetor de caçamba e capota marítima são acessórios nos quais vale a pena investir e facilitam o transporte de vários tipos de carga, desde que tenham as dimensões corretas para a sua caçamba e utilizem os pontos de ancoragem recomendados. Algumas capotas contam com elásticos ou cintas para fixação. Em caçambas com três pontos de afivelamento deve-se usar sempre os da frente, próximos da cabine, e pelo menos mais um (do centro ou de trás). 

Fonte: Ford Media

 

Comentar 1110 Visualização(ões)

Ar-condicionado do carro no verão: saiba tudo para utilizá-lo da melhor maneira

publicado em 02/02/2018

No verão, o ar-condicionado é um dos equipamentos mais procurados para amenizar o desconforto gerado pelas altas temperaturas. Esse, inclusive, é um dos itens que mais influenciam na decisão de compra de um carro. Porém, quando não tomados os cuidados necessários, ele pode se tornar um vilão para a saúde. O ar frio é um dos responsáveis pela incidência de doenças respiratórias e pela proliferação de bactérias no ar. Por isso, o equipamento pode ser um causador de reações alérgicas por causa do ressecamento das mucosas do nariz, predispondo pessoas às infecções ou agravando doenças pré-existentes.

Para garantir uma viagem de carro confortável, divertida e também saudável, o motorista não deve abrir mão de checar o estado do filtro que compõe o sistema de ar-condicionado. Esse é o responsável por filtrar as impurezas do ar externo e do que circula internamente na cabine. Esse processo reduz a quantidade de partículas como poeira, pólen, bactérias e fungos dentro do veículo. 

A Ford oferece dois tipos de filtros em seus modelos: o de pólen, que contém uma camada de microfibra altamente eletrostática responsável por reduzir a concentração de resíduos desagradáveis; e o de carbono que, além dessa camada, contém partículas de carbono granular ativado, o que impede a entrada não só de fragmentos, mas também de compostos orgânicos, dos gases da exaustão e ozônio.

Dicas do especialista

Eduardo Pinto, supervisor de Engenharia de Climatização da Ford América do Sul, dá algumas dicas para utilizar o ar-condicionado da forma mais proveitosa, com eficiência, conforto e economia de combustível:

  • Manutenção do filtro: esse é um fator essencial para que todo o sistema funcione de maneira adequada. O processo de limpeza, ou até a troca do filtro, deve ser realizado a cada 20 mil quilômetros ou dois anos. Já para os veículos que circulam em regiões de terra ou solos porosos, esse intervalo de tempo deve ser menor.
  • Evite a umidade excessiva: minutos antes de chegar ao seu destino, desligue o equipamento e mantenha a ventilação na velocidade máxima, com a saída de ar voltada para o painel e os pés. Também acione o seletor de temperatura no ar quente e mantenha a ventilação no nível máximo por cerca de dois minutos. Esse processo ajuda a secar o sistema de ar, evitando a umidade que facilita a propagação de micro-organismos maléficos.
  • Atenção ao manual do proprietário do carro: é fundamental utilizar o manual do proprietário, que serve como guia ao usuário para melhor utilização do ar-condicionado em condições ambientais adversas e seguir o cronograma de manutenção periódica do veículo.

“Ter um ar-condicionado eficiente no veículo não é só uma questão de conforto ou conveniência, mas também de segurança. Além de desembaçar os vidros e renovar o ar da cabine, ele serve para evitar a sonolência causada pelo calor excessivo e deixar o motorista mais alerta”, conclui Eduardo Pinto.

Fonte: Ford Media

 

Comentar 3885 Visualização(ões)

#TBT: Ford Del Rey, um clássico que soube combinar requinte com eficiência

publicado em 25/01/2018

O Del Rey foi um dos modelos que ajudaram a firmar a tradição da Ford de fazer carros confiáveis, confortáveis e com ótimo acabamento, trazendo para o mercado brasileiro uma proposta que se destacou pelo padrão superior de requinte na categoria. Lançado em 1981, o sedã médio chegou com a difícil missão de substituir o imponente Galaxie Landau, bem maior, usando a plataforma do Corcel II. Uma história que vale a pena ser revisitada nesta seção de memória #TBT – “Throwback Thursday”.

O design do Del Rey foi marcado pela carroceria de linhas retas, com três volumes bem definidos e versões de duas e quatro portas. Ele era equipado com o robusto motor 1.6 do Corcel, de 69 cv, para oferecer economia de combustível, que passou a ser uma prioridade dos consumidores da época, e soube combinar essa característica com toques de inovação e requinte. 

Entre outros equipamentos, trazia trava de segurança para crianças nas portas traseiras, vidros elétricos e cintos de segurança retráteis, considerados grandes novidades na época. Mas o item mais marcante do Del Rey era o console no teto, símbolo máximo de distinção, semelhante aos vistos em aviões, com luzes de leitura e relógio digital com iluminação azul. A versão mais completa do sedã, chamada Ouro, oferecia ainda bancos de veludo, retrovisores com comando interno, rodas de liga leve e faróis de neblina.

A suspensão firme e silenciosa era outro atributo elogiado do veículo. Em 1983, o Del Rey ganhou a opção do câmbio automático e no ano seguinte incorporou o motor CHT, que tornou o seu desempenho mais ágil. A linha foi reestilizada em 1985, trazendo as versões GL, GLX e Ghia, e no ano seguinte passou a oferecer direção hidráulica de série. Em 1989, introduziu o motor 1.8.

Essas características e outros aprimoramentos mecânicos que se seguiram fizeram com que o modelo se tornasse referência em acabamento e versatilidade, introduzindo no Brasil o conceito de carros médios de luxo. Em seus 10 anos no mercado, o Del Rey vendeu cerca de 350.000 unidades e representou com brilho os valores da marca. Em 1992, foi substituído pelo Versailles e deixou saudades nos fãs que viveram essa década de grandes transformações.

Fonte: Ford Media

Comentar 5961 Visualização(ões)

Ford é destaque no novo ranking de segurança veicular do Cesvi Brasil

publicado em 12/01/2018

A Ford é o grande destaque do novo ranking divulgado pelo Cesvi Brasil/Mapfre, que classifica os veículos de acordo com a disponibilidade de itens de segurança. Entre os 10 modelos mais bem avaliados do mercado brasileiro listados no Índice de Segurança 2017, nada menos que oito são da marca, incluindo versões do EcoSport, do Focus e da Ranger.

O novo ranking inclui os carros mais vendidos de 2016 a 2017, de acordo com a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). No total, foram avaliadas 460 versões de 69 modelos, produzidos por 15 marcas, que representam cerca de 90% dos veículos novos comercializados no ano.

A classificação do ranking acontece de duas formas: com a atribuição de uma a cinco estrelas e uma nota de 10 a 60 – neste último caso, quanto menor o número melhor a classificação. A pontuação considera pesos diferentes entre cinco grupos básicos de equipamentos de segurança existentes nos carros mais modernos da indústria, que são: segurança ativa, segurança passiva, assistência à condução, segurança do pedestre e proteção ao pedestre.

Os modelos mais bem colocados, com quatro estrelas, foram classificados com as seguintes notas: EcoSport SE 1.5 (nota 27), EcoSport Titanium 2.0 AT (27), EcoSport FreeStyle 1.5 (28), EcoSport SE 1.5 AT (28), EcoSport FreeStyle 1.5 AT (28), Focus Hatch Titanium 2.0 AT (28), Ranger XLS 2.2 Diesel 4X2 MT (29) e Ranger XLS 2.2 Diesel 4X4 AT (29).

“A atualização do índice é uma forma de auxiliar o consumidor e o mercado segurador a identificar os carros mais bem equipados com itens de segurança que visam preservar a vida dos motoristas, passageiros e todos os envolvidos no trânsito. Esses itens tendem a diminuir as fatalidades nas vias, sempre que aliados às boas atitudes do condutor”, diz Alessandro Rubio, coordenador técnico do Cesvi Brasil/Mapfre.

Fundado em 1994, o Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária), pertencente ao Grupo Mapfre, é o único centro de pesquisa brasileiro dedicado à segurança viária e veicular e à disseminação de informação técnica para o setor e a sociedade. Foi o pioneiro na América Latina e é membro do RCAR (Research Council for Automobile Repairs), associação internacional de centros de pesquisas de seguros com os mesmos objetivos. 

O Índice de Segurança Viária completo do Cesvi/Mapfre pode ser conferido na íntegra no site www.cesvibrasil.com.br.

Fonte: Ford Media

 

Comentar 21571 Visualização(ões)

Ford exibe o Cargo 1723 Kollector Torqshift na Feira Waste Expo Brasil 2017

publicado em 19/12/2017

A Ford foi a única fabricante de caminhões presente na Feira Waste Expo Brasil 2017, de 21 a 23 de novembro em São Paulo, com a exposição do modelo Cargo 1723 Kolector Torqshift equipado com coletor/compactador de resíduos e transmissão automatizada. O evento é o principal do País voltado para o segmento de gestão de resíduos sólidos, reciclagem e tratamento de sucatas, que vem ganhando cada vez mais atenção por parte da administração pública, dos empresários e da população diante da crescente preocupação ambiental.

Destinado especialmente a serviços de coleta domiciliar e industrial, o Cargo Kolector Torqshift mostrado na feira é implementado com coletor de resíduos com capacidade de 19 m3 modelo Alpha, da marca Usimeca, parceira da Ford na exposição. O veículo faz parte da linha de caminhões vocacionados da Ford, desenvolvidos para aplicações específicas a partir das necessidades e sugestões dos clientes, e pode operar também com coletores/compactadores de 14, 15 ou 21 m3.

Equipado com motor de 230 cv, o Cargo 1723 Kolector Torqshift tem peso bruto total de 23.000 kg com terceiro eixo instalado. Ele é fornecido de fábrica pronto para receber o implemento, o que garante maior eficiência e agilidade na instalação, e tem como diferencial a transmissão automatizada Torqshift de 10 marchas. Além de oferecer um custo menor que as automáticas convencionais, ela conta com vários recursos que aumentam a produtividade da operação, combinando robustez, economia e segurança.

Seu piloto automático inteligente mantém a velocidade constante em subidas e descidas. A assistência de partida em rampa segura o caminhão por até 3 segundos em rampas com inclinação superior a 3%. Há também a função “Low” para descidas, indicador de marcha no painel e dois modos de direção: Performance e Economia.

“A transmissão Torqshift torna o caminhão mais fácil de dirigir, economiza combustível e também reduz o custo de manutenção, aumentando em até cinco vezes a durabilidade da embreagem”, explica Ricardo Paradeda, gerente de Vendas a Governo e Frotistas da Ford Caminhões. “Com todas essas vantagens, mais os planos de manutenção oferecidos pela Ford, o Cargo Kolector Torqshift traz um ganho considerável de rendimento para a frota.”

Fonte: Ford Media

Comentar 7270 Visualização(ões)

Ford dá dicas para escolher os calçados apropriados para dirigir

publicado em 11/12/2017

Nem sempre os sapatos mais elegantes ou confortáveis são apropriados para dirigir. Isso vale para os despojados chinelos, por exemplo, principalmente agora que a primavera chegou, as temperaturas estão mais altas e eles passam a ser mais usados. Guiar usando este tipo de calçado é perigoso e proibido por lei, já que eles podem facilmente escorregar e enroscar nos pedais.

O artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro destaca que é vetado dirigir usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa o uso dos pedais, como os chinelos de dedo, tamancos ou outro tipo de sapato ou sandália que não tenha as tiras presas atrás dos calcanhares. A infração é considerada média e gera multa de R$ 130,16, além de quatro pontos na CNH. No entanto, dirigir descalço é permitido.

Na Europa, estima-se que os calçados sejam responsáveis por até 1,4 milhão de quase acidentes e de acidentes nas estradas do Reino Unido todos os anos. Na França e na Espanha, por exemplo, dirigir de chinelos também é proibido e o valor da multa para quem for flagrado com eles ao volante é de 90 euros na França, cerca de R$ 340, e de 200 euros na Espanha - R$ 750 aproximadamente.

Marcus Romaro, engenheiro de Controle de Tráfego do Campo de Provas da Ford em Tatuí (SP), explica que entre os calçados com uso proibido estão os sapatos com salto alto. “O risco de acidente é tão grande quanto com chinelos. Isso porque, quando a motorista vai tirar o pé do pedal, o salto pode enroscar. Além disso, quanto maior o salto, menos sensibilidade a motorista vai ter, pois seu pé estará mais longe do pedal, o que prejudica a dirigibilidade”, afirma.

Romaro reforça que o uso de sandálias rasteirinhas, muito comum no verão,  também pode ser perigoso. “Se a condutora calçar rasteirinhas com sola lisa e chover, o solado liso e molhado pode escorregar do pedal do freio e ir para o do acelerador, por exemplo.”

Robson Jardim, supervisor de Operações do Campo de Provas, ressalta que os calçados mais adequados para os motoristas são os que têm apoio no calcanhar. “Prefira usar calçados com sola flexível, que fiquem bem firmes nos pés e com fixação nos tornozelos. Tênis, sapatênis, sapatilhas, sapatos com solas mais finas e antiderrapantes são ideais”, completa.

Jardim também adverte quanto ao uso de tapetes de papel comumente oferecidos em lava-rápidos. “Eles podem enroscar nos pedais, nos sapatos ou fazer o calçado escorregar e, por isso, deve-se evitar o seu uso.”

Publicado originalmente em: Ford media

 

Comentar 25354 Visualização(ões)

Ford apresenta linha completa de caminhões, modelos vocacionais e protótipos para o futuro.

publicado em 17/11/2017

A Ford apresenta na Fenatran 2017, o maior salão do setor de transporte de cargas da América do Sul, uma mostra completa das suas duas linhas de caminhões, Cargo e Série F, além de modelos vocacionais para diferentes tipos de aplicação, protótipos, um “show truck” e o Cargo Connect, o caminhão do futuro com avançadas tecnologias semiautônomas e de conectividade. Outra atração é o Boné Alerta, dispositivo inteligente equipado com sensores que monitoram sinais de sonolência do motorista para a prevenção de acidentes.

O salão, realizado de 16 a 20 de outubro em São Paulo, tem ainda um significado especial para a Ford, por coincidir com a comemoração dos 60 anos de produção do seu primeiro veículo com peças nacionais, o caminhão F-600, marco da indústria automobilística brasileira. Mas a história da marca no Brasil vai além: será a primeira montadora a completar cem anos de atuação no País, em 2019.

“A inovação faz parte da cultura da Ford e temos grande orgulho dessa herança, que se confunde com a história da indústria no Brasil e na América do Sul”, disse Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul. “Estamos mostrando na Fenatran nossa linha completa de caminhões, que são reconhecidos pela robustez, economia e tecnologia, e também exemplos de novas soluções alinhadas com a nossa visão de futuro como empresa automotiva e de mobilidade.”

O executivo destacou que o mercado de caminhões começa a se recuperar da maior recessão de sua história e é hora de focar em soluções para aumentar a produtividade dos clientes. “A Ford continua comprometida com o negócio de caminhões na América do Sul e conta com uma estrutura consolidada de engenharia, manufatura, vendas e pós-vendas em praticamente todos os países da região.”

Três setores

O estande da Ford na Fenatran, com uma área de 2.200 metros quadrados, exibe 13 veículos divididos em três setores e identificados por cores: azuis – modelos de linha; brancos – modelos vocacionais; e vermelhos – protótipo e “show truck”.

Os caminhões de linha são representados pelos modelos leves Cargo 816 e Cargo 1119, o médio Cargo 1519, os pesados Cargo 2429 Torqshift e Cargo 1933 Torqshift e o extrapesado Cargo 2842. Os modelos vocacionais, desenvolvidos para aplicações especiais, são o Cargo 1723 Torqshift com autotanque de gás, o Cargo 2629 6x4 betoneira, o Cargo 2429 6x2 Torqshift para bebidas e o Cargo 1723 8x2 Torqshift Kolector, com compactador de resíduos – o primeiro do mercado nessa configuração de tração com transmissão automatizada. A Série F é representada pelo F-4000 4x4 ambulância para acesso a áreas remotas.

A área de modelos especiais destaca o protótipo Cargo Connect, desenvolvido no Brasil, e o F-450 Super Duty, produzido nos Estados Unidos, exibido como veículo de demonstração e exemplo da abrangência da linha global da marca. Uma instalação de realidade aumentada no estande permite aos visitantes experimentar virtualmente as novas tecnologias dos veículos, com apoio de um telão de LED de última geração.    

Cargo Connect

O Cargo Connect é um caminhão equipado com tecnologias de sensores, câmeras, radar e outros recursos que trazem um novo nível de produtividade, controle, segurança e conectividade para o motorista e o gerenciamento da frota. Montado sobre um Cargo 2429 8x2 Torqshift, o primeiro da marca com essa configuração de tração, ele traz uma série de recursos semiautônomos com grande potencial de aplicação em veículos comerciais.

Na área da segurança, o Cargo Connect traz inovações como sistema autônomo de frenagem, alerta de ponto cego, alerta de permanência em faixa, piloto automático adaptativo, alerta de fadiga e monitoramento de 360 graus do caminhão com câmeras conectadas a uma central de operações.

Para a produtividade, suas tecnologias incluem gerenciamento inteligente de carga, sistema de leitura de placas de trânsito, ajuste automático de torque e potência conforme o peso e condições de rodagem. Tem também um sistema de diagnóstico que orienta a manutenção preventiva para evitar paradas não programadas e um aplicativo em formato de game que ajuda o motorista a conferir e comparar o seu desempenho, monitorando vários dados da sua condução.

F-450 Super Duty “show truck”

O caminhão F-450 Super Duty, produzido nos EUA, é um exemplo da abrangência da tradicional Ford Série F, linha de veículos comerciais campeã de vendas na América do Norte e pioneira no Brasil. Como indica o nome em inglês, o veículo é destinado a serviço pesado, com chassi de aço de alta resistência e carroceria de liga de alumínio de nível militar. Com motor V8 turbodiesel de 6.7 litros, que gera mais de 440 cavalos, tem capacidade de tração de mais de 14.700 kg.

 Seus recursos de segurança incluem sete câmeras de alta resolução – duas dianteiras, duas laterais, duas traseiras e uma na caçamba, que facilitam principalmente o engate de trailer. Também é equipado com piloto automático adaptativo, alerta de ponto cego, monitoramento de pressão dos pneus e abertura e fechamento remoto da caçamba. Na versão chassi-cabine, pode receber implementos como, por exemplo, guindaste para manutenção de redes elétricas. 

Boné Alerta

O Boné Alerta, criado no Brasil, é um exemplo de inovação da Ford Caminhões com foco na segurança nas estradas e bem-estar dos caminhoneiros. Com aparência de um boné comum, ele tem recursos inteligentes que ajudam o caminhoneiro a dirigir com mais segurança, alertando aos primeiros sinais de sono no volante.

Ele é equipado com sensores que monitoram os movimentos da cabeça e emite três tipos de alerta – vibratório, sonoro e visual – ao detectar sonolência, para o motorista fazer uma parada e descansar antes de seguir viagem.  

“Este é um exemplo de tecnologia de vestir desenvolvida com foco nas pessoas, uma inovação com potencial para prevenir acidentes e tornar as vias mais seguras”, disse Lyle Watters.

Ainda em fase de protótipo, o Boné Alerta não tem data programada de lançamento, mas a Ford demonstrou interesse em compartilhar a tecnologia com parceiros e clientes para viabilizar a sua chegada ao mercado.

 

Fonte: Ford Media

 

Comentar 18732 Visualização(ões)

Duvel noYoutube

Acompanhe e fique ligado no canal da Duvel no YouTube.

Ford CVP

Qualidade, Compromisso e Participação. Sua opinião é muito importante para a melhoria contínua de nossos produtos e serviços.

Mais informações

Agende sua revisão

Nossas oficinas possuem modernos equipamentos e profissionais capacitados. Agende agora sua revisão por e-mail ou pelo telefone (98) 2108-3000.

Mais informações